Marcílio Dias/SC [BRA]

Atualizado em 11/08/2016
Nome Oficial Clube Náutico Marcílio Dias
Fundação  19/03/1919
Status Atual  Em atividade
Endereço  Rua Gil Stein Ferreira, 216
Bairro  Centro
Cidade  Itajaí
Estado  Santa Catarina
CEP  88301-210
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone  (47) 3045-1510 / 3045-3508
Apelido  Marinheiro
Mascote 
Uniforme  Azul e vermelho
Equipe Ranqueada  Marcílio Dias
Grafia Orig. Oficial  Club Náutico Marcílio Dias
Site Oficial  www.cnmarciliodias.com.br
Outros Sites 
Outros Sites 
Estádios  Hercílio Luz (Gigantão das Avenidas), Itajaí/SC, Brasil
Roberto Santos Garcia, Camboriú/SC, Brasil
Bernardo Wolfgang Werner (Monumental do SESI), Blumenau/SC, Brasil
Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), Florianópolis/SC, Brasil
Orlando Scarpelli, Florianópolis/SC, Brasil
Histórico  A idéia dos três amigos, Gabriel Collares, Victor Emmanoel Miranda e Alyrio Gandra de fundar um clube náutico em Itajaí foi concretizada no ano de 1919. Em reunião realizada na Sociedade Guarany, na noite de 17 de março - que contou com a presença de mais de 80 pessoas - foi fundado o Clube Náutico Marcílio Dias. O nome foi aprovado por aclamação, em homenagem ao bravo marinheiro gaúcho morto na Guerra do Paraguai.

Somente após a descoberta da ata de fundação é que foi averiguado que a data correta em que o Marinheiro nasceu, era 19 de março de 1919. Com a recente descoberta, o clube agora passa a comemorar seu aniversário oficialmente em 19 de março. O Marcílio foi o quarto clube náutico a ser fundado no Estado. Antes do Rubro-Anil existiam apenas Riachuelo, Martinelli e Aldo Luz.

O primeiro presidente foi o jornalista Mascarenhas Passos, que no dia 16 de abril de 1919 enviou através de uma carta ao Governador do Estado, Dr. Hercílio Luz, a comunicação da criação do clube.

O nome do clube foi levantado na primeira reunião, no dia 17 e aprovado por unanimidade. O bravo marinheiro Marcílio Dias, que lutou na batalha naval do Riachuelo, nas águas do rio Paraná, durante a Guerra do Paraguai, em 1864, foi definido como símbolo do novo clube. Marcílio Dias, que era gaúcho, morreu em 12 de junho de 1865, com 27 anos de idade, nas proximidades de Corrientes, na Argentina.

As cores marcilistas - rubro-anil - serviram de homenagem a dois grandes clubes náuticos da capital de Santa Catarina: Riachuelo (azul) e Martineli (vermelho), os quais serviram de inspiração aos jovens itajaienses na fundação do Marcílio Dias.

Apesar de formar times de foot-ball (como o esporte era chamado na época) desde o ano de sua fundação, como registram jornais de Itajaí como O Commercio, o esporte só se profissionalizou no Marcílio Dias em 25 de setembro de 1926. A partir daí, o Marcílio Dias começou a se destacar em nível estadual por suas equipes de futebol.

Já nos anos de 29 e 30 o Marinheiro atingiu um feito: 24 vitórias consecutivas. Em 1930 o Marcílio conquistou seu primeiro vice-campeonato catarinense (de uma série de oito), ficando atrás apenas do Avaí. A colocação das duas equipes se repetiu em 1944. Na final do campeonato, o primeiro jogo foi realizado em Navegantes, pois o estádio Hercílio Luz passava por reformas. O Avaí venceu por um a zero. Na segunda partida, o time da capital venceu por 4 a 3. Na época, o Governador do Estado, Celso Ramos, era também presidente do Avaí.

Na década de 60 o Marcílio Dias se tornou uma das maiores potências do Sul do país. De 1960 a 1962 amargurou mais três vice-campeonatos estaduais, perdendo para o Metropol, de Criciúma, nas finais. O mesmo se repetiu em 1967.

Em 1963, com a conquista do título do torneio Luíza Mello é que o "Marinheiro" realizou seu maior feito. Vinte anos depois, a Federação Catarinense homologou o Marcílio Dias como campeão estadual daquele ano.

Nesta mesma época o clube conquistou importantes campeonatos, como a taça do Centenário de Itajaí (1960) e o tetra-campeonato da cidade (60 a 63). Em 1962 disputou o 1º Sul-Brasileiro de Clubes e chegou ao vice-campeonato, ficando atrás apenas do Grêmio de Porto Alegre.

Curiosidade: Marcílio Dias foi um marinheiro da Armada Imperial brasileira, herói da Batalha Naval do Riachuelo.
Presidentes  2011-2014: Abelardo Nunes Lunardelli

2007: Carlos Fernando Crispim

1919: Mascarenhas Passos
Hino  Letra e Música de Arildo Simão da Silva

Salve o Marcílio

O rubro-anil das avenidas

Traz na torcida

A mais garrida do Brasil

Marcílio do Ouro

Do Bronze

E da Prata

E das regatas

Rumo a vitória

Marcílio é força

É glória consagrada

Da nossa Itajaí

O Marcílio levanta

A torcida

Com um gol

Agradece a acolhida

E no alto a bandeira

Se agita

No entrelaçar das avenidas (bis)

O Marcílio faz gol, gol, gol, gol, gol

Pra vitória eu vou, vou, vou, vou, vou (bis)
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Marcílio Dias/SC [BRA] Marcílio Dias/SC [BRA] Marcílio Dias/SC [BRA] Marcílio Dias/SC [BRA] Marcílio Dias/SC [BRA]
Uniforme  Marcílio Dias/SC [BRA]
Mascote