1XBET.COM

Madureira/RJ [BRA]

Atualizado em 19/03/2014
Nome Oficial Madureira Esporte Clube
Fundação  08/08/1914
Status Atual  Em atividade
Endereço  Rua Conselheiro Galvão, 130
Bairro  Madureira
Cidade  Rio de Janeiro
Estado  Rio de Janeiro
CEP  21360-000
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone  (21)3390-2304/3390-0240/3390-2781
Apelido 
Mascote  Zé Carioca
Uniforme  Azul, amarelo e bordô
Nome Anterior  Madureira AC
Equipe Ranqueada  Madureira
Site Oficial  www.madureiraec.com.br
Outros Sites 
Outros Sites 
Estádios  Ítalo Del Cima, Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Aniceto Moscoso (Conselheiro Galvão), Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Guilherme da Silveira Filho (Moça Bonita), Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Jacy Scaff (Estádio do Café), Londrina/PR, Brasil
Los Lários, Duque de Caxias/RJ, Brasil
Sylvio Raulino de Oliveira (Estádio da Cidadania), Volta Redonda/RJ, Brasil
Cláudio Moacyr de Azevedo (Moacyrzão), Macaé/RJ, Brasil
Mário Filho (Maracanã), Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Giulitte Coutinho (Édson Passos), Mesquita/RJ, Brasil
João Havelange (Engenhão), Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Nielsen Louzada (Louzadão), Mesquita/RJ, Brasil
Histórico  Outro telefone : 3390-2304
Melhor colocacao: 2o. lugar em 1936

A história do Madureira Esporte Clube sempre esteve ligada ao comércio local. Foi no ano de 1932 que os comerciantes Elísio Alves Ferreira, Manoel Lopes da Silva, Manuel Augusto Maia e Joaquim Braia, entre outros, lideraram um movimento no sentido de ser fundado um grande clube em Madureira. O grupo entrou em contato com Uassir do Amaral, então presidente do Fidalgo Madureira Atlético Clube. Na época, pensou-se ainda na fusão com o Magno Futebol Clube, o que, de início, foi reprovado pelos sócios.
Após várias Assembléias, em 16 de fevereiro de 1933 ficou considerado fundado o MADUREIRA ATLÉTICO CLUBE, com a data de 08 de agosto de 1914, que era do Fidalgo. O novo clube passou a adotar, em seu emblema e nos uniformes, a cor azul do Magno e a cor roxa do Fidalgo. Em 1939, o Madureira disputou o Campeonato pela Federação Metropolitana de Futebol, sagrando-se campeão no quadro de amadores e campeão nos profissionais do Torneio Início.
Com o objetivo de dinamizar, ampliar e engrandecer atividade esportiva do clube, no dia 12 de outubro 1971 foi criado o Madureira Esporte Clube, resultado da fusão feita com o Madureira Atlético Clube, Madureira Tênis Clube e Imperial Basquete Clube. A data de fundação, no entanto, prevaleceu a de 08 de agosto de 1914, para efeito nas Federações. Desde então, o Madureira tornou-se um Celeiro de Craques, formando inúmeros profissionais para o futebol brasileiro, inclusive com passagem pela Seleção Brasileira. Daqui saíram, entre outros, Didi, Evaristo, Jair da Rosa Pinto, Isaías, Lelé, Nair e Nelsinho. De um período mais recente, foram crias do tricolor suburbano jogadores como: Marcelinho Carioca (Corinthians), Renato Carioca (Guarani), Márcio Theodoro (Portugal), Iranildo (Flamengo), Naza (Vasco), Messias (Tunísia), Leo e Souza bicampeões mundiais sub-17 (Vasco).
Texto extraído do site oficial

Em 1936, o time do Madureira foi vice-campeão estadual pela primeira vez. Até o ano de 2011, é o oitavo clube com mais participações no Campeonato Carioca, 65 no total.
O recorde brasileiro de permanência de um clube no exterior pertence ao Madureira, quando realizou 36 jogos em 144 dias no ano de 1961. O elenco viajou pela Europa, Ásia e Estados Unidos, obtendo 23 vitórias, 3 empates e 10 derrotas. Marcou 107 gols - média de quase 3 gols por partida. Foi o primeiro clube de futebol brasileiro a visitar o Japão e Hong Kong, nesta excursão.

Dois anos depois, foi a vez do clube viajar pelas Américas. Os amistosos, negociados por José da Gama Correia da Silva, o Zé da Gama, português que presidiu o Madureira no biênio 1959/60 e atuava como empresário de futebol, começaram na Colômbia, seguiram-se na Costa Rica, passando por El Salvador e México. Em Cuba, o Madureira fez um total de cinco jogos, vencendo todos: Industriales (campeão local, 5 a 2), Municipalidad de Morrón, da Província de Camaguey (6 a 1), um combinado universitário (11 a 1) e uma seleção de Havana (vitórias por 1 a 0 e 3 a 2). A segunda, no dia 18 de maio, foi presenciada por Che Guevara (no centro da foto), na época ministro da Indústria.

Em 2006, o Madureira, comandado por Alfredo Sampaio, sagrou-se vice-campeão carioca da 1º Divisão de profissionais, tendo conquistado ainda nesse campeonato, a Taça Rio, segundo Turno do Campeonato Carioca.
Presidentes  Elias José Duba Neto
Hino 
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Madureira/RJ [BRA] Madureira/RJ [BRA] Madureira/RJ [BRA] Madureira/RJ [BRA]
Uniforme 
Mascote 
1XBET.COM