Santos/SP [BRA]

Atualizado em 09/06/2016
Nome Oficial Santos Futebol Clube
Fundação  14/04/1912
Status Atual  Em atividade
Endereço  Rua Princesa Isabel, 77
Bairro  Vila Belmiro
Cidade  Santos
Estado  São Paulo
CEP  11075-501
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone  (13)3257-4000
Apelido  Peixe
Mascote  Peixe
Uniforme  Preto e branco
Equipe Ranqueada  Santos
Grafia Orig. Oficial  Santos Football Club
Site Oficial  www.santosfc.com.br
Outros Sites  http://acervosantosfc.com/
Outros Sites 
Estádios  Urbano Caldeira (Vila Belmiro), Santos/SP, Brasil
Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), São Paulo/SP, Brasil
Arena Pantanal, Cuiabá/MT, Brasil
Mário Martins Pereira, São José dos Campos/SP, Brasil
Benedito Teixeira (Teixeirão), São José do Rio Preto/SP, Brasil
Primeiro de Maio (Vila Euclides ou Primeirão), São Bernardo do Campo/SP, Brasil
Campo do Santos, Santos/SP, Brasil
Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi), São Paulo/SP, Brasil
Velódromo, São Paulo/SP, Brasil
Campo da Avenida Ana Costa, Santos/SP, Brasil
Paulo Constantino (Prudentão), Presidente Prudente/SP, Brasil
Mané Garrincha (Nacional), Brasília/DF, Brasil
Eduardo José Farah (Prudentão), Presidente Prudente/SP, Brasil
Arena Barueri, Barueri/SP, Brasil
Palestra Itália (Paque Antártica), São Paulo/SP, Brasil
Histórico  O Santos Futebol Clube, mais conhecido como Santos, é um clube de futebol brasileiro, fundado em 1912, com sede em Santos, no estado de São Paulo. Eleito pela Federação Internacional de Futebol como a melhor equipe de futebol das Américas do século XX, é o único clube brasileiro a conquistar, num mesmo ano, em 1962, um título estadual, um nacional, um continental e um intercontinental.5

O clube é conhecido mundialmente por ter revelado o "Atleta do Século" nomeado em 1999 pelo Comitê Olímpico Internacional , Pelé, que começou sua carreira no clube em 1956, com apenas 16 anos de idade. Na década de 1960, ele foi a principal estrela da maior equipe santista de todos os tempos, que obteve vários títulos ao redor do mundo, entre eles duas taças intercontinentais que o clube conquistou em 1962 e 1963.

A fundação do Santos Futebol Clube deu-se a 14 de abril de 1912, domingo, por iniciativa de Raymundo Marques, Mário Ferraz de Campos e Argemiro de Souza Júnior, três esportistas da cidade, que convocaram uma assembleia, por volta das 14 horas, na sede do Clube Concórdia (localizado na Rua do Rosário - atual Avenida João Pessoa), para a criação de um time de futebol. Durante a reunião, foi discutido o nome para a agremiação, dentre as sugestões estavam: Concórdia, Euterpe e Brasil Atlético. Mas os participantes da reunião, por unanimidade, aceitaram a proposta de Edmundo Jorge Araújo: a denominação Santos Foot-ball Clube. O primeiro presidente do clube, eleito na reunião, foi Sizino Patusca (que tinha participado da fundação do Internacional e sido fundador do Americano).

Na mesma reunião foram decididas as cores do clube. O uniforme oficial escolhido era constituído por uma camisa com listras verticais azuis e brancas, separadas por um fio dourado, em homenagem ao Clube Concórdia, local daquela reunião.

Em 1915, o Santos usou o nome de União FC.

Em 1956, chegaria à Vila Belmiro, trazido pelas mãos de Waldemar de Brito, o menino Pelé, de 15 anos, que deu de novo impulso à história do Santos, levando-o a conquistas que enalteceram o futebol brasileiro no planeta. O time do Santos vinha de grandes campanhas, sendo bicampeão paulista em 1955-1956, apresentando os craques Pepe e Zito, dentro outros. Com Pelé, o time se tornaria um dos maiores da História.

Pelé marcou seu primeiro gol com a camisa do Santos num amistoso com o Corinthians de Santo André, jogo em que o time da Vila Belmiro venceu por 7 a 1. Em 1958, ganhou seu primeiro Campeonato Paulista, estabelecendo como artilheiro o recorde de 58 gols que permanece até hoje. Neste Campeonato Paulista, o Santos marcou 143 gols.

O Santos com Pelé continuou nos anos seguintes a ganhar todas as principais competições que disputava. Em 1959, a conquista do primeiro Torneio Rio-São Paulo e o vice-campeonato brasileiro. Em 1960, mais um paulista. De 1961 até 1965 a hegemonia do futebol brasileiro com cinco Taças Brasil. Em 1962 e 1963, o bicampeonato sul-americano da Copa Libertadores da América e o bicampeonato intercontinental. Só não ganhou todos os Campeonatos Paulistas de 1955 até 1969 pois o Palmeiras, time conhecido na época por "Academia", conseguiu interromper a sequência de tempos em tempos. Em 1967 o Santos daria início ao seu segundo tricampeonato paulista. O Santos conquistou 11 títulos paulistas em 15 anos (dois Tri: 1960-1961-1962, 1967-1968-1969; dois Bi: 1955-1956, 1964-1965, e um Mono: 1958). Em 1968, o time com grandes revelações como Clodoaldo, Edu, Abel e Toninho Guerreiro, além de Pelé, voltaria a conquistar outra série de títulos nacionais e internacionais, como a Supercopa Sulamericana e a Recopa dos Campeões Intercontinentais de 1968, além de mais um Campeonato Paulista e um Campeonato Brasileiro.

No ano de 1969, as conquistas e a fama do Santos eram tão grandes que, em uma excursão pela África, a guerra no Congo Belga, atual República Democrática do Congo, entre forças de Kinshasa e de Brazzaville, foram suspensas para que as cidades pudessem assistir aos jogos do time. Logo após as partidas e as homenagens, o conflito recomeçou, e o Santos ficou conhecido como "O time que parou a guerra".

fonte: Wikipedia
Presidentes  2000-2009: Marcelo Teixeira

1994-1999: Samir Jorge Abdul-Hak

1994: Miguel Kodja Neto

1991-1993: Marcelo Teixeira

1989-1991: Antônio Aguiar Filho

1988-1989: Miguel Assad Macool Filho

1988: Otávio Adegas

1987-1988: Manuel dos Santos Sá

1983-1987: Milton Teixeira

1982-1983: Ernesto Vieira da Silva

1978-1982: Rubens Quintas Ovalle

1975-1978: Modesto Roma

1971-1975: Vasco José Fae

1945-1971: Athiê Jorge Coury

1944-1945: Antônio Ezequiel Feliciano da Silva

1942-1944: Aristóteles Ferreira

1940-1942: Romeu de Andrade Lourenção

1940: Jaime Matias Ricão

1940: Benedito Wenceslau Carneiro

1937-1940: José Martins

1937: Frederico Jorge Sobrinho

1933-1937: Carlos de Barros

1932-1933: Agnelo Cícero de Oliveira

1931-1932: Joaquim Pedro dos Santos

1925-1931: Antônio Guilherme Gonçalves

1923-1925: Manoel Oliveira Alfaya

1923: Flamínio Levy

1922-1923: Armando Lichti

1921-1922: Flamínio Levy

1920-1921: Agnelo Cícero de Oliveira

1919-1920: Flamínio Levy

1918-1919: Wallace Simonsen

1917-1918: Flamínio Levy

1914-1917: Agnelo Cícero de Oliveira

1913-1914: Raymundo Marques

1912-1913: Sizino Patusca
Hino  Autor: Carlos Henrique Roma

Sou alvinegro da Vila Belmiro

Santos vive no meu coração

É o motivo de todo o meu riso

De minhas lágrimas e emoção

Sua bandeira no mastro é a história

De um passado e um presente só de glórias

Nascer, viver e no Santos morrer

É um orgulho que nem todos podem ter

O Santos pratica o esporte

Com dignidade e com fervor

Seja qual for a sua sorte

De vencido ou vencedor

Com técnica e disciplina

Dando o sangue com amor

Pela bandeira que ensina

Lutar com fé e com ardor

Hino Popular

Marchinha do leão do mar

Autores: Mangeri Neto e Mangeri Sobrinho

Agora quem dá bola é o Santos,

O Santos é o novo Campeão,

Glorioso Alvi-Negro praiano,

Campeão absoluto desse ano,

Santos sempre Santos,

Dentro ou fora do Alçapão,

Jogue onde jogar,

És o leão do mar,

Salve o nosso campeão
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Santos/SP [BRA] Santos/SP [BRA] Santos/SP [BRA] Santos/SP [BRA] Santos/SP [BRA] Santos/SP [BRA]
Uniforme 
Mascote