Matonense/SP [BRA]

Atualizado em 26/10/2013
Nome Oficial Sociedade Esportiva Matonense
Fundação  24/05/1976
Status Atual  Em atividade
Endereço  Avenida 15 de Novembro, s/n
Bairro  Centro
Cidade  Matão
Estado  São Paulo
CEP  15990-630
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone  (16)282-6140
Apelido 
Mascote 
Uniforme 
Equipe Ranqueada  Matonense
Site Oficial  www.matonense.esp.br
Outros Sites  mailto:matonense@fpf.org.br
Outros Sites 
Estádios  Hudson Buck Ferreira (Ferreirão), Matão/SP, Brasil
Domingos Baldan, Guariba/SP, Brasil
Adhemar Pereira de Barros (Arena da Fonte ou Fonte Luminosa), Araraquara/SP, Brasil
Porto Ferreira (Vila Formosa), Porto Ferreira/SP, Brasil
Histórico  Em 1975, a cidade era representada no campeonato de futebol amador do Estado pela Sociedade Esportiva Bambozzi, time patrocinado pela indústria que lhe emprestava o nome. Neste mesmo ano o time conquistou o titulo da competição e o direito a vaga na Quarta Divisão do campeonato paulista de profissionais. Os diretores da indústria instalada na cidade, com sua lógica de empresários, ponderaram que o profissionalismo iria exigir muito mais investimento e atenção, desviando trabalho e esforços administrativos para uma atividade que não era o principal objetivo da empresa.
Alguns esportistas de Matão concluíram que era a oportunidade de recolocar o futebol da cidade no cenário do futebol profissional. Sem contar com o apoio da indústria, no dia 24 de maio de 1976 o grupo de esportistas liderados pelo então prefeito, Celso de Barros Perches, se reuniram no Sindicato dos Metalúrgicos e fundaram a Sociedade Esportiva Matonense - SEMA. Além do prefeito Celso Perches, participaram dessa memorável reunião Luiz Antonio Giliolli, Antonio Geraldo Pinotti, Leônidas "Quito" Pereira, Evaristo Mingorance, Oscar Moraes, Euripedes Soares, João Ferreira, Cleber Baldassi, Hugo de Stefani, Olavo Picchi, Álvaro Arroyo e Duvílio Cavichiolli entre outros. O azul e branco foram às cores escolhidas para o uniforme do time, as mesmas cores que representam o município e o primeiro presidente eleito foi Horácio Caíres.
O time era formado pela base da equipe da Bambozzi, sendo a grande maioria dos jogadores da cidade, trabalhavam nas indústrias e treinavam após o serviço. Não existiam salários, pequenos bichos para os poucos atletas que eram de fora. A prefeitura cedia o estádio municipal Hudson Buck Ferreira, então com capacidade para mil espectadores e o transporte para os jogos fora. Para as demais despesas como pagamento de taxas à Federação Paulista de Futebol, compra e manutenção do material esportivo, a diretoria se virava com pequenas rifas e, na maioria das vezes, colocava dinheiro do seu próprio bolso.
A Matonense estreou no Campeonato Paulista da Segunda Divisão de 1977, equivalente a Quarta Divisão do estadual, divisão que o clube disputou até 1979. A partir de 1980, conforme reformulação da Federação Paulista de Futebol, o campeonato paulista passou a contar com apenas três divisões; Primeira (atual A1), Segunda (atual A2) e Terceira Divisão (atual A3). A Matonense levou sorte com a mudança, ganhou um degrau na divisão de acesso passando a disputar a Terceirona, divisão que o clube disputou até o ano de 1990.
Em 1987 foi criado e desenvolvido na cidade de Ribeirão Preto - SP pelo desenhista Marco Antonio Frigeri o dístico atual do clube.
Em 1990 como vice - campeã da equivalente Terceira Divisão do estadual, a Matonense conquistou o direito de disputar a Divisão Intermediaria de 1991, atual A2, divisão do paulista que o clube disputou por três temporadas, 1991, 1992 e 1993.
Se na reformulação ocorrida na década de 80 a Matonense se deu bem, em 1994 conforme a nova mudança no campeonato paulista, o time de Matão desceu duas divisões, passando a integrar a recém-criada Série B1-A, equivalente a Quarta Divisão.
Como campeã da Série B1-A em 1995 e acesso a Série A3, campeã da Série A3 em 1996 e acesso a Série A2, campeã da Série A2 em 1997 e acesso a Série A1, a Matonense conquistou três títulos e três acessos consecutivos saltando da Quarta Divisão para elite do campeonato paulista.
Após cinco temporadas pelo Paulistão, de 1998 a 2002, o clube foi rebaixado a Série A2. Mesmo com a queda a torcida manteve o apoio e em 2003, o time quase voltou à elite, mas em 2005 a Matonense foi rebaixada a Série A3 e no ano seguinte, em 2006, rebaixada da A3 para Segunda Divisão, equivalente a Quarta Divisão. Depois de realizar uma péssima campanha na Segunda Divisão de 2007, o clube licenciou-se em 2008 e retornou em 2009 na disputa da Quarta Divisão sem obter sucesso.
Em 2013, sob o comando de um grupo de empresários da cidade, intitulado de GAM (Grupo de Apoio à Matonense), o time ganhou grandes investimentos e até o momento vem sendo uma das forças do Grupo 3 da primeira fase da Segunda Divisão, despontando como candidato a uma das vagas a Série A3 de 2014.

Fontes: Site oficial da Matonense, RSSSF, Wikipédia e Luiz Carlos Éden (Sorocaba-SP)
Presidentes  Oberdan Francisco da Silva
1976: Horácio Caíres
Hino  Adoro a Matonense!
Adoro a Matonense!
Eu juro eu sou fiel a minha Matonense.
Adoro a Matonense!
Adoro a Matonense!
Eu juro eu sou fiel a minha Matonense.

Eu amo essa bandeira,
não canso de falar.
Matonense tu és grande no esporte igual não há.
Azul e branco são as suas cores
E quem te ama não tem desamores.

Eu amo essa bandeira,
não canso de falar.
Matonense tu és grande no esporte igual não há.
Azul e branco são as suas cores
E quem te ama não tem desamores.
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Matonense/SP [BRA] Matonense/SP [BRA] Matonense/SP [BRA] Matonense/SP [BRA] Matonense/SP [BRA] Matonense/SP [BRA]
Uniforme  Matonense/SP [BRA]
Mascote  Matonense/SP [BRA]