Metalusina/MG [BRA]

Atualizado em 05/07/2015
Nome Oficial Metalusina Esporte Clube
Fundação  24/03/1939
Status Atual  Amador
Endereço  Avenida Getúlio Vargas, 1170
Bairro  Centro
Cidade  Barão de Cocais
Estado  Minas Gerais
CEP  35970-000
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone  (31) 3837-1630
Apelido 
Mascote  Tucano
Uniforme 
Equipe Ranqueada  Metalusina
Grafia Orig. Oficial  Metalusina Sport Club
Site Oficial 
Outros Sites 
Outros Sites 
Estádios  Raimundo Sampaio (Independência), Belo Horizonte/MG, Brasil
Alencar Peixoto, Barão de Cocais/MG, Brasil
Histórico  O Metalusina Sport Club (atualmente EC) é o mais famoso e mais antigo time de Barão de Cocais, uma pacata cidade histórica próxima a Belo Horizonte. Fundado em 24/03/1939, por iniciativa do engenheiro Alencar Peixoto, então gerente da Usina Barão de Cocais.

O interessante é que o clube existia antes da data oficial da sua fundação. Tanto que em junho de 1936, os sócios se reuniram para reerguer o Metalusina, que havia interrompido suas atividades. Nesta fase, Peixoto seguiu como presidente de honra e coube a Amable Rodriguez o posto de dirigente máximo.

O Metalusina disputou a primeira divisão do campeonato mineiro de futebol nas décadas de 40, 50 e 60, enfrentando no seu estádio os grandes clubes da capital, Atlético, Cruzeiro e América, saindo-se vencedor em algumas partidas.
Resumo das participações na elite mineira (15 ao todo): 1946 (4º lugar), 1947 (4º lugar), 1948 (6º lugar), 1949 (4º lugar), 1950 (6º lugar), 1951 (5º lugar), 1952 (6º lugar), 1953 (9º lugar), 1954 (9º lugar), 1955 (8º lugar), 1956 (10º lugar), 1957 (10º lugar), 1958 (15º lugar), 1959 (17º lugar) e 1960 (16º lugar).

Em 1950, o Tucano cedeu alguns jogadores para o Atlético Mineiro, que iniciaria a primeira excursão internacional de um clube profissional brasileiro. Vicente Perez, Barbatana, Vaguinho e Murilinho se juntaram aos craques atleticanos e outros do Siderúrgica e do América, reforçando o Galo, que se auto-proclamou o Campeão do Gelo após a vitoriosa excursão.

Certa vez, em Barão de Cocais, o árbitro Cidinho, conhecido pelo amor ao Atlético Mineiro, marcou um pênalti contra o Metalusina aos 40 minutos do segundo tempo. O Atlético venceu com aquele gol, mas o juiz ficou no meio do campo cercado pela policia e só conseguiu sair do estádio às 3 horas da madrugada, vestido de cigana para enganar a população enfurecida.

Um dos principais personagens de sua história foi o vigário Geraldo Magela, por quase duas décadas o presidente do clube.

O Metalusina entrou em declínio e, assim como a cidade de Barão de Cocais, sofreu com a decadência da usina (Siderúrgica, Renascença e Bela Vista tiveram o mesmo problema). As consequências foram oito campeonatos seguidos com campanhas ruins, até ser rebaixado para a Segunda Divisão, em 1960. Com isso, a diretoria optou por interromper suas atividades para ficando apenas no futebol amador.

Em 09/12/2006 o Metalusina (agora Esporte Clube) sagrou-se campeão amador de Barão de Cocais de 2006, quebrando um jejum de 17 anos sem título, ao derrotar por 3x2 a equipe do Operário, de São Gonçalo do Rio Abaixo, na segunda partida decisiva. O Metalusina havia vencido a primeira partida por 3x0 e poderia perder a segunda por até dois gols de diferença.

Está ensaiando seu retorno ao profissionalismo desde 2009.

Seu mascote é o Tucano, mais uma das invenções do caricaturista mineiro Fernando Pieruccetti (Mangabeira).

Fontes: O Tempo (MG), Google Maps e arquivo pessoal.
Presidentes  1939: Amable Rodriguez
Geraldo Magela
Hino 
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Metalusina/MG [BRA] Metalusina/MG [BRA]
Uniforme  Metalusina/MG [BRA]
Mascote