Portela/PE [BRA]

Atualizado em 01/03/2022
Nome Oficial Associação Sportiva da Companhia Portela
Fundação 
Status Atual  Desconhecido
Endereço 
Bairro 
Cidade  Jaboatão dos Guararapes
Estado  Pernambuco
CEP 
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone 
Apelido(s) 
Mascote(s) 
Cores  Verde e branco
Equipe Ranqueada  Portela
Grafia Orig. 
Grafia Orig. Oficial 
CNPJ 
Site Oficial 
Estádios 
Parque Esportivo Fábrica Yolanda (Jiquiá), Recife/PE, Brasil

Adelmar da Costa Carvalho (Ilha do Retiro), Recife/PE, Brasil

Histórico 
O clube da fábrica de papel Companhia Portela, surgiu nos anos 40. O Portela de Jaboatão debutou no Campeonato Pernambucano da 1ª Divisão de 1944. Dentre as sete equipes participantes, que teve três turnos, a equipe alviverde terminou na 6ª posição. Foram 18 jogos e cinco pontos somados: foram uma vitória, três empates e 14 derrotas; marcaram 29 gols e sofreram 46, com um saldo negativo de 17.

Apesar da fraca campanha, o Portela arrancou um empate em 1 a 1 com o Náutico, venceu o Santa Cruz por 6 a 4 e, dentro de campo, empatou em 0 a 0 com o Sport Recife, mas a Federação Pernambucana depois deu os pontos para o rubro-negro, devido a irregularidades.

Já na segunda e última participação no Campeonato Pernambucano da 1ª Divisão de 1945, novamente terminou em 6º lugar (num total de sete clubes). Foram 18 jogos e nove pontos somados: foram três vitórias, três empates e 12 derrotas; marcaram 32 gols e sofreram 58, com um saldo negativo de 26.

Embalado pela conquista do primeiro turno do Campeonato Pernambucano da 1ª Divisão de 1944 (fato que lhe garantiu na final do estadual), o América (que se tornaria o campeão daquele ano) enfrentou o novato Portela de Jaboatão. No final, o América goleou por 4 a 1, nos Aflitos. Leia abaixo como foi noticiado esta peleja:

Logo aos 5 minutos de jogo o meio-campista Capuco driblou João Vitor do Portela e avançou em velocidade pelo lado direito e cruzou a pelota para Julinho, que viu o goleiro Nico atordoado e tocou no canto, fora de seu alcance para abrir a contagem para o América

O clube da Companhia Portela não queria fazer um “papel feio” e aos 15 minutos o meio-campista Baixa se livrou da marcação de Capuco do América e cedeu a bola para o atacante Dega, que avançou em velocidade, não sendo parado pelo zagueiro Lucas e de frente com Leça deixou tudo igual no placar para o time de Jaboatão.

O América era só pressão e aos 35 minutos foi a vez de Pedrinho avançar e tocar para Edgard e mesmo sob forte marcação de Rubens conseguiu chutar, mas, Nico desviou por cima das traves. Aos 40 minutos Edgard encontrou o companheiro de ataque Oseas livre de marcação dentro da grande área e lhe tocou a pelota para de cabeça desempatar e recolocar o América na frente do placar.

Na etapa final, com apenas um minuto de bola rolando, o América atacou com Djalma, que após se livrar da marcação de Rubens, chutou no canto superior de Nico para aumentar a vantagem no placar.

Os jaboatonenses que já não haviam feito um bom primeiro tempo, voltaram com um futebol ainda mais tímido e com 5 minutos no segundo tempo, Capuco avançou até a entrada da área grande e tocou para o atacante Edgard, que se desmarcou de João Vitor e chutou firme para aumentar a vantagem verde nos Aflitos.

Texto, redesenho do escudo, uniforme: Sérgio Mello
Fontes: Blog do Mequinha - Jornal O Pequeno - Rsssf Brasil - Carlos Celso Cordeiro
Títulos 
CompetiçãoQuantidadeTemporadas
Campeonato Pernambucano - 2ª Divisão11943
Presidentes 
Hino 
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Portela/PE [BRA]
Uniforme(s)  Portela/PE [BRA] Portela/PE [BRA]
Mascote(s) 
Bandeira(s) 
Flâmula(s)